E vamos começar de novo
Falando alto a esse povo
Do imenso prazer de voltar
Recitado meus versos heridos
Derretendo el carmim incendido
Vienga, vamos a bailar

Que a noite promete ser boena
Fundir-me nos braços dessa morena
Que está me olhando sem jeito
Que até nem sei explicar
Eu só sei que vou a namorar
E apertar dentro do peito

Seja lá o que deus quiser
Mas hoje esta mulher
Vai-se embora comigo
Viver sem ela é grande dor
Mas com ela é ter o amor
Pra nunca mais ter castigo

Escrito as 15:57 hrs., de 12/04/2017 por
Nelson Ricardo

Exibições: 0

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Novidade : Click no botão abaixo...

Este site é gerenciado pelos administradores e mantido por seu membros muito obrigado por sua colaboração !

Ajude a manter o site em funcionamento faça uma doação de qualquer valor
.

Ou se preferir torne-se um assinante permanente contribuindo anualmente com o valor de R$15,00

Assine : R$15,00 - Anualmente

© 2017   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço