Poetas Independentes

Publicando idéias...realizando sonhos !!!

Trêmula, embriagada pelo meu amor
Flutuo no limpo céu azul
Das almas desgarradas

Tempo a diluir o desejo a intensificar o amor
Tempo a gerar urgência
O sangue corre gelado
Petrificando no meu olhar

Giro o mundo
Há procura da vida
Privado-me do seu olhar
De suas carícias
Enrijecendo as estepes da morte única, eternidade...

-Silvana Santos

Exibições: 13

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Copie e Cole em Seu Blog

Carregando...

© 2018   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço