Poetas Independentes

Publicando idéias...realizando sonhos !!!


Agora vou dar um mergulho Pra ver se ouço o barulho Das pedrinhas no fundo do rio Sem querer acordar a sereia
Quero convidá-la para a ceia
Aquela sopa que aquece o frio

Estarei por de baixo do cobertor
Gostaria que o meu amor
Estivesse esta noite comigo
Que seria a sereia do rio
Para aquecer-me do frio
E dar-me saúde no umbigo

E na cabeça para a inspiração
Mas também no coração
A suavidade do amor
Com toda a fraternidade
E o sopro da serenidade
Assim como o perfume da flor!

Escrito as 18:39 hrs., de 07/06/2018 por
Nelson Ricardo Ávila

Exibições: 6

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Copie e Cole em Seu Blog

Carregando...

© 2018   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço