Que coisa linda que é
Quando tu retiras o chalé
Mostrando teus seios fartos
E despe o teu corpo inteiro
Nós dois em um só travesseiro
Em cama de casal em um dos quartos

E eu me afundo nos particulares
Já cansado das mesas dos bares
E das madrugadas sem fim
Eu agora um galo velho e manso
No merecido descanso
Com você sorrindo pra mim

Sob um filete de lua
E na plenitude de mulher nua
Nem parece a idade que tem
Lindas pétalas de uma flor
Eu te chamando de amor
E tu me chamando de meu bem!

Escrito as 15:14 hrs., de 20/03/2017 por
Nelson Ricardo

Exibições: 2

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Novidade : Click no botão abaixo...

Este site é gerenciado pelos administradores e mantido por seu membros muito obrigado por sua colaboração !

Ajude a manter o site em funcionamento faça uma doação de qualquer valor
.

Ou se preferir torne-se um assinante permanente contribuindo anualmente com o valor de R$15,00

Assine : R$15,00 - Anualmente

© 2017   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço