Em fim encontro-me com a escrita
Porque o meu coração palpita
Uma vez que sou o bom palpiteiro
E de noite eu palpito bastante
E é por isso que eu sigo avante
Quero percorrer o mundo inteiro

Nas asas de um passarinho
Que pode ser um canarinho
Ou um bicho qualquer
Aquela pombinha pequena
Que muito parece um poema
Pássaro em forma de mulher

Passarinho que não tem asas
Mas que habita as casas
E também o meu apartamento
Passarinho que não tem gaiola
Mas que gosta do tocar de viola
Alguém que toca meu sentimento!

Escrito as 19:54 hrs., de 12/05/2017 por
Nelson Ricardo

Exibições: 0

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Anuncie seu Livro aqui - Clik na imagem da capa

Novidade : Click no botão abaixo...

Este site é gerenciado pelos administradores e mantido por seu membros muito obrigado por sua colaboração !

Ajude a manter o site em funcionamento faça uma doação de qualquer valor
.

Ou se preferir torne-se um assinante permanente contribuindo anualmente com o valor de R$15,00

Assine : R$15,00 - Anualmente

© 2017   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço