Estou por aqui ainda
Feliz por minha vinda
A este pitangal vermellho
A cipoama que não me enrosque
Barraca armada no bosque
E tua alma é meu espelho

Canta, canta passarinho
E cuida bem do teu ninho
Que eu cuido de minha vida
Eu moro lá na acidade
Mas porem a felicidade
Eu busco em outra saída

Porque aquilo lá é o inferno
Acreditas que o inverno
É tanto de morrer congelado
É tudo triste e não tem flor
Aqui tenho os braços do meu amor
Vamos viver sempre acampado!

Escrito as 15:37 hrs., de 04/09/2017 por
Nelson Ricardo

Exibições: 0

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Este site é gerenciado pelos administradores e mantido por seu membros muito obrigado por sua colaboração !

Ajude a manter o site em funcionamento faça uma doação de qualquer valor

cod banco 001
Ag 3567-X
C\C 385077
Favorecido Marcio Marcelo do Nascimento Sena
CPF 248.914.048-50 .

Obras que indicamos

© 2018   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço