Poetas Independentes

Publicando idéias...realizando sonhos !!!

na veia havia o vento
no vento a calmaria
a artéria cerzia o tempo
no espaço que surgia

tão cedo
tão tardia
menina moça se exibia
quão bela
como fina louça
que dentro dela
tudo cabia

ardia quente
que de tão quente
tudo ardia

menina moça
fina louça
só existia

Rosam

Exibições: 9

Tags: arder, bela, menina, mulher

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Copie e Cole em Seu Blog

Carregando...

© 2018   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço