No início tudo começa
Ai como é bom a bessa
O tempo no chove não chove
Ameaça de tempestade
Muitas vezes a liberdade
Assusta e também comove

Aquela cidade me chama
Pois a pessoa que me ama
Mora ali nas redondezas
Pelo menos é o que ela diz
Que só se sente feliz
Quando foge da nobreza

Para estar com o amado pobre
Por tanto o momento é nobre
Vou chegar ao entardecer
E bater palmas na cancela
Pra passar a noite com ela
Nos lençóis do prazer!

Escrito as 14:50 hrs., de 11/03/2017 por
Nelson Ricardo

Exibições: 4

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Novidade : Click no botão abaixo...

Este site é gerenciado pelos administradores e mantido por seu membros muito obrigado por sua colaboração !

Ajude a manter o site em funcionamento faça uma doação de qualquer valor
.

Ou se preferir torne-se um assinante permanente contribuindo anualmente com o valor de R$15,00

Assine : R$15,00 - Anualmente

© 2017   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço