Se o mundo está em rebuliço
Eu me preocupo com isso
Já me disseram que a carne é fraca
E compromete o presunto
Então eu pergunto
Se a culpe é do homem ou da vaca

Problemas à parte
O que me interessa é a arte
A tinta posta no papel
Eu vivo aqui dando risada
Se a carne ta estragada
Chamem os milicos do quartel

E a polícia federal
Eu tomo água mineral
Acho que não está poluída
Um acontecimento é um marco
Eu vou aqui tocando meu barco
E cuidando da minha vida!

Escrito as 18:40 hrs., de 20/03/2017 por
Nelson Ricardo

Exibições: 1

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Novidade : Click no botão abaixo...

Este site é gerenciado pelos administradores e mantido por seu membros muito obrigado por sua colaboração !

Ajude a manter o site em funcionamento faça uma doação de qualquer valor
.

Ou se preferir torne-se um assinante permanente contribuindo anualmente com o valor de R$15,00

Assine : R$15,00 - Anualmente

© 2017   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço