Poetas Independentes

Publicando idéias...realizando sonhos !!!



Voltei de pressa meu amor Mesmo sentindo a dor Da punhalada que você me deu Mas chega de te re te te
Eu não sei viver sem você
Pois o meu coração é sempre seu

Apesar dos chifres em minha testa
E sabendo que tu não presta
Eu entendo e te considero
Pode pintar e bordar
Estarei sempre a te perdoar
De qualquer jeito te quero

Morena linda de Ilinóis
Belo cantar de rouxinóis
Se o punhal em meu peito arde
Farei de contas que nada existe
Porque o meu amor persiste
Não resisto a tentação de tua carne!

Escrito as 09:28 hrs., de 09/07/2018 por
Nelson Ricardo Ávila

Exibições: 5

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Copie e Cole em Seu Blog

Carregando...

© 2018   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço