Avisos e avisos,
Me avisam, me avisam...
Estão me mostrando a cara da informação,
Versos expressos, letras e pontos espalhados pelo ar.
E isso.

Agora entendo,
Vejo e não vejo a língua portuguesa no incolor do ar,
Vejo na minha imaginação uma fantasia,
Realidade nos versos escritos,
Loucura,
E louco quem escreveu isso,
Vai um leitor e diz.

Mas não é loucura não, não é não...
O poeta não tem culpa da visão que tem,
Tem nos olhos,
Lentes intiraveis da cor da fantasia.

Mas se acham, achem...
Não podemos mudar a filosofia humana,
Podemos fantasiar, podemos...
Podemos dar este aviso...
Podemos avisar,
Do nosso jeito podemos...

Exibições: 2

Tags: SSS, ccc

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Anuncie seu Livro aqui - Clik na imagem da capa

Novidade : Click no botão abaixo...

Este site é gerenciado pelos administradores e mantido por seu membros muito obrigado por sua colaboração !

Ajude a manter o site em funcionamento faça uma doação de qualquer valor
.

Ou se preferir torne-se um assinante permanente contribuindo anualmente com o valor de R$15,00

Assine : R$15,00 - Anualmente

© 2017   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço