Asas da saudade

Sentada nas asas da saudade
Sentindo o vento frio tocando meu rosto
Voando entre nuvens, no céu infinito de um azul maravilhoso
Aconchego - me nas plumas brancas das asas e deixo - me levar sem preocupar - me para onde
sentada nas asas da saudade, o calor do sol aquecendo meu corpo, rompendo a geleira do meu coração
Sem perceber o tempo que passa, permaneço na leveza de ser, sentindo um turbilhão de emoções avassaladoras invadindo minha alma
sentada nas asas da saudade, esperando a felicidade que está chegando de mansinho, trazida com carinho por alguém que me quer bem.
Reny Lima
15/04/17

Exibições: 3

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Novidade : Click no botão abaixo...

Este site é gerenciado pelos administradores e mantido por seu membros muito obrigado por sua colaboração !

Ajude a manter o site em funcionamento faça uma doação de qualquer valor
.

Ou se preferir torne-se um assinante permanente contribuindo anualmente com o valor de R$15,00

Assine : R$15,00 - Anualmente

© 2017   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço