Quanta saudade que eu sinto agora
Quando saístes porta afora
Ao som de Anísio Silva
Tudo então foi ilusão
Apunhalastes meu coração
Não há nada que te sirva

Como prova de lealdade
Eu te dou a liberdade
Asa branca sonhadora
E volte quando quiseres
Eu não quero outras mulheres
Minha loira sedutora

Pedaço de bom caminho
Traz de volta o meu carinho
Que esta casa é sempre sua
Somos um casal que se ama
Vamos namorar na cama
Deixando entrar o clarão da lua!

Escrito as 16:39 hrs., de 12/06/2017 por
Nelson Ricardo

Exibições: 5

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Este site é gerenciado pelos administradores e mantido por seu membros muito obrigado por sua colaboração !

Ajude a manter o site em funcionamento faça uma doação de qualquer valor

cod banco 001
Ag 3567-X
C\C 385077
Favorecido Marcio Marcelo do Nascimento Sena
CPF 248.914.048-50 .



Ou se preferir torne-se um assinante permanente contribuindo anualmente com o valor de R$15,00

Assine : R$15,00 - Anualmente


Prefiro ser um Assinante Mensal

Obras que indicamos

© 2018   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço