Alma gêmea
Porque teima em não se mostrar
Quero poder seu rosto tocar
Sentir seu gosto, seu cheiro
Alma gêmea venha ao meu encontro
Unir nosso destino, viver nosso desatino
Alma gêmea será que você existe?
Ou será fruto da minha ilusão
Fico a imaginar nos dois de mãos dadas a passear, sentindo na pele o vento a tocar
Ouvindo o barulho do mar
Alma gêmea quero com meus dedos tocar sua face, e com os olhos fechados sentir o desenhar do seu semblante, com meus lábios beijar os seus
Quero aninhar-me em seus braços, sentir seus abraços, dormir em seu regaço
Venha minha alma gêmea, vamos unir nossas almas, viver um só coração
Alma gêmea, mesmo sem saber sinto o amor florescer, a alma sorrir esperando você
Minha alma gêmea!
Reny Lima
01/10/2016

Exibições: 1

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Anuncie seu Livro aqui - Clik na imagem da capa

Novidade : Click no botão abaixo...

Este site é gerenciado pelos administradores e mantido por seu membros muito obrigado por sua colaboração !

Ajude a manter o site em funcionamento faça uma doação de qualquer valor
.

Ou se preferir torne-se um assinante permanente contribuindo anualmente com o valor de R$15,00

Assine : R$15,00 - Anualmente

© 2017   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço