Poetas Independentes

Publicando idéias...realizando sonhos !!!


Autor
Raquel Lopes da Silva
Compartilhar

Presentes recebidos

Presente

Raquel Lopes da Silva ainda não recebeu nenhum presente

Dar um presente

 

Página de Raquel Lopes da Silva

Informações do Perfil

Apresente-se
Sou amante da boa literatura,autodidata pela escola da vida e seus mistérios.
O que o motivou a criar sua pagina ?
Ficar mais fácil em comunicar com as pessoas
Como Conheceu o Beco ? (visível apenas administrador)
Através do facebook de amigos

Blog de Raquel Lopes da Silva

Doce aroma

Doce aroma que mexe com os sentidos

Toque amadeirado com uma nota suave

Despertando o que antes estava esquecido

Cada gole

sos-se-ga-da-men-te

Como se esperasse uma resposta.

Olhos fixos no profundo

Sem coragem para ver

E perceber o que é tão nítido:

Fusão do aroma com o desejo.

Repetida nas poucas vezes

Ouço palavras, idênticas em meus sonhos

Afirmando seu interesse.

- O estrago que isso faz na alma de um…

Leia Mais

Postado em 27 abril 2018 às 12:01

Gradação do meu entardecer

O cair da tarde a comparecer

As cores a mudar

Transição.

Momento a buscar um repouso

Então eu vôo nessa linha imaginária que não tem fim.

Mundo agitado de dores

Gestos inquietos

Explosão de sons, multicolorindo por completo.

Onde estará o meu refúgio? Preciso encontrar

Descansar é o que desejo nesse momento.

A vida: mais uma vez me subjugando;

As vozes: estão se abafando;

As cores: vão se desintegrando.

Agora…

Leia Mais

Postado em 27 abril 2018 às 12:01

Momento permanente – devaneio poético

Tempo que passa rápido demais

Mente fraca para agarrar

Lembranças vívidas e vividas no exato momento

Forçando o cérebro a gravar: tudo! Simplesmente tudo!

Dos pequenos gestos a grandes detalhes

Palestra infindável

Conversa entre décadas

E de agora em diante

Fiques sempre assim:

Brilho eterno no escuro

Chama viva

Reluzindo uma luz intensa

Há esperança para o teu mundo!

Se quiseres, me seguirás;

Se não, retornarás

Ao…

Leia Mais

Postado em 27 abril 2018 às 11:58

Criança envelhecida

Estais a me olhar

Com esses olhos de uma criança envelhecida

Alma abatida

Numa inocência perdida

Triste e ferida

E esse mundo

Não tem saída?

Foste arrastado pelas ondas furiosas

Do imenso mar das desilusões enganosas.

Sonhos que somam

Nas sombras das nuvens escuras

Formando uma tempestade fantasiosa.

Há luminosidade de fantasias

Lampejo de ilusões

Nas minhas visões.

Brilho quase infantil

Esta criança não…

Leia Mais

Postado em 27 abril 2018 às 11:56

Caixa de Recados (1 comentário)

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Às 16:52 em 26 abril 2018, Marcio Marcelo do Nasc.Sena disse...

Seja Bem Vinda !!!

 
 
 

Copie e Cole em Seu Blog

Carregando...

© 2018   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço