Poetas Independentes

Publicando idéias...realizando sonhos !!!


Autor
Natália Lopes.
  • Feminino
  • Fortaleza - Ceará
  • Brasil
Compartilhar

Fãs do trabalho de Natália Lopes.

  • Roselena de F. Nunes Fagundes
  • Andreza
  • Marcio Marcelo do Nasc.Sena

Presentes recebidos

Presente

Natália Lopes. ainda não recebeu nenhum presente

Dar um presente

 

Página de Natália Lopes.

Últimas atividades

Informações do Perfil

Apresente-se
Seja bem vindo(a), ao meu perfil!
Fique à vontade para conhecer um pouquinho do que escrevo, e compartilhar com pessoas amadas.

Sou leitora assídua desde criança, e escrevo por amor. Espero transmitir esse sentimento em meus versos!
O que o motivou a criar sua pagina ?
O desejo de compartilhar um pouquinho de mim, com quem assim como eu, ama ler e escrever.
Deixe a URL de seu Site ou Blog ? Ficará visivel e se desejar divulgue o nosso link em seu Site ou Blog.
http://natliteraria.blogspot.com.br/?m=1
Como Conheceu o Beco ? (visível apenas administrador)
Através da poetisa Jullie Veiga

Blog de Natália Lopes.

Outonal

"Chegou
Enfim, chegou...
São tantas cores
Renovação

É mistura
Doce fissura
Folhas, flores
E pés no chão

Chegou
Sim, chegou!
Tanta beleza
A disposição

Uma fase sumiu
Então outra surgiu
Um outono de amor
E de gratidão."

- Natália Lopes.

Postado em 17 abril 2018 às 22:24

Distinto inverno

"O frio que assola meu peito
Internamente traz-me paz
Um pedacinho do inverno
Em gotas de quero mais

São dias diferentes
Poucos notam sua beleza
Enxergando esse mundo
Com um pouco de tristeza

Mal sabem o quão linda
Pode ser a escuridão
Nem sempre só o sol
É quem aquece o coração

Despindo o pré-conceito
Enxergarás a verdade
E verás na frieza
A beleza da tempestade."

- Natália Lopes.

Postado em 17 abril 2018 às 22:22

Me leva

"Vem
De fininho
Se aproxima
Me envolve

Sente
Toca
E aos poucos
Me devore

Beija
Cheira
Arranha
Me renove

Aperta
Venera
Me leva
E não devolve."

- Natália Lopes.

Postado em 17 abril 2018 às 22:15

Amor-próprio

Lúdico, vil
Indolente traidor
Infame, nefasto
Desprezível jogador

A venda que havia
Em ti, foste tirada
E em meio a zona viste
Quão pouco foste amada

A esta conclusão
Chegaste a livre escolha
E teve de render-se
Por mais que ainda doa

Assim uma nova chance
A ti se apresentou
O amor-próprio sorriu
Teu coração sarou."

- Natália Lopes.

Postado em 17 abril 2018 às 22:11

Caixa de Recados (1 comentário)

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Às 20:54 em 17 abril 2018, Marcio Marcelo do Nasc.Sena disse...

Seja Bem Vinda !!!

 
 
 

Copie e Cole em Seu Blog

Carregando...

© 2018   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço