Olá meus Amigos e Amigas do Portal Poetas Independente é com muita alegria que a partir de agora todos os textos publicados em nosso site estão elegíveis para publicação bastando para isso indicar o link do texto no formulário em seu perfil para que seja analisando e caso seja aprovado publicado será mais uma etapa de nosso movimento que cresce a cada dia grato a todos




Autor
José Bonifácio
  • Masculino
  • Campo Grande-MS
  • Brasil
Compartilhar

Fãs do trabalho de José Bonifácio

  • Claudia Loureiro
  • Lígia Saavedra
  • Luzia Ferreira Teixeira
  • Roseane Ferreira
  • luzia.cvieira
  • maria Clara Segobia
  • Denise Moraes.
  • Francisco Cândido de Souza
  • Marcia Ribeiro Malucelli
  • Alvaro Sertano
  • Romy
  • Hortência Lopes Ximenes
  • Sal Troccoli
  • Ani
  • Eleonora Ruffo Giordani

Presentes recebidos

Presente

José Bonifácio ainda não recebeu nenhum presente

Dar um presente

 

Cantinho Poético de José Bonifácio

Sonetos da Alma - 051Sutilleza das Águas

051 SUTILEZA DAS ÁGUAS

As expressões, movimentos e emoções
Possuem a sutileza das águas.
São alegrias tristezas e mágoas
Em harmoniosas canções.

Sons de belezas raras
Para enlevo da alma.
No puro frescor da calma,
Extirpando dos corações as escaras!

São rios de lágrimas santas.
Dos amores que navegam,
Superando todas as inundações!

Rendendo-se a Deus, se amam
Em delícias sacrossantas,
Regadas pelas fulgurantes recordações!

José Bonifácio - 19 Jan 2009

Publicado em Recanto das Letras: 26 Jan 2009
Código do texto: T1405847
Copyright 2009


Blog de José Bonifácio

Sonetos da Alma -091 Focos Nebulosos

091 FOCO NEBULOSO



Vislumbrei lágrimas em lenços.

Da candeia, os fulgores

Desnudavam incertos amores.

Momentos difíceis e tensos!



Mister ser cauteloso,

Diante de tal circunstância.

Guardar certa distância

Do foco nebuloso.



Deixar-se dominar pelo furor

Das paixões, sem fundamentos,

É decretar a própria falência!



Destarte, são tolos sentimentos.

Somente o amor… Leia Mais

Postado em 14 novembro 2009 às 19:04

Sonetos da Alma -091 Focos Nebulosos

091 FOCO NEBULOSO



Vislumbrei lágrimas em lenços.

Da candeia, os fulgores

Desnudavam incertos amores.

Momentos difíceis e tensos!



Mister ser cauteloso,

Diante de tal circunstância.

Guardar certa distância

Do foco nebuloso.



Deixar-se dominar pelo furor

Das paixões, sem fundamentos,

É decretar a própria falência!



Destarte, são tolos sentimentos.

Somente o amor… Leia Mais

Postado em 14 novembro 2009 às 19:04

Sonetos da Alma - 089 Antítese

089 ANTÍTESE



Mito de beleza e terror,

Esplendor e tristeza.

Voz meiga com indelicadeza.

Carinhosa, causando dor!



Porte estranho e confuso,

Sensual e chocante.

Frio, mas amante.

Retraído e profuso!



Como entender

Alguém nestas condições

E dizer: Eu te amo querida!



Seria amar com aflições:

Com o íntimo contender

E perder o amor e a vida!



José… Leia Mais

Postado em 20 outubro 2009 às 18:43

Sonetos da Alma - 088 Cicatrizes

088 CICATRIZES



Pelas lágrimas, banhado.

Acariciava o vento o meu rosto.

Longe do que se havia proposto,

Refletia fato sonhado.



Esperanças não concluídas

De paixões insondáveis.

Poderiam ser marcantes e saudáveis,

Mas não passaram de ideias poluídas.



Ações dolorosas e tempestivas,

Pelos ódios adornadas,

Deixaram grandes cicatrizes.



Dúvidas não forma contornadas.

As… Leia Mais

Postado em 20 outubro 2009 às 18:40

Sonetos da Alma - 090 Lampejos

090 LAMPEJOS



Muitos hão que seria

Tolice e fantasia pura.

Alimentar amor com amargura,

Onde predomine a histeria.



Realmente, uma incoerência.

Falta de sensibilidade.

Não aceitar a verdade,

Decretando a óbvia imprudência.



As utopias históricas

São puras eclosões sensacionais,

Desprovidas da veracidade.



Como enaltecer lampejos emocionais,

Com profundas e falsas… Leia Mais

Postado em 20 outubro 2009 às 18:30

Caixa de Recados (18 comentários)

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Às 5:36 em 29 julho 2010,
Autor
Romy
disse...

Às 11:11 em 2 dezembro 2009,
Autor
Romy
disse...

Às 18:17 em 20 outubro 2009,
Autor
rosa maria sousa borges
disse...


As páginas da vida são cheias de
surpresas… Existem capítulos de
alegrias e também de tristezas…

Há mistérios e fantasias,
sofrimentos e decepções.
Por isso, não rasgue páginas e
nem solte capítulos…

Não se apresse a descobrir os
mistérios… E não perca as
esperanças. Pois muitos são os
finais felizes…

E nunca esqueça do principal:
No livro da sua vida, o autor é VOCÊ!!!

Às 19:48 em 26 setembro 2009,
Autor
rosa maria sousa borges
disse...


QUERIDOS AMIGOS (AS)

Hoje estou aqui...sempre chego de mansinho...
Sutilmente...Quando todos menos esperam...
Já não acreditam...geralmente tão ausente!!!!
Brisa suave...poesia...sussuros...perfume...
Doce essência...Hoje irei até onde meu coração me levar...
Bem pertinho de você!!! Se deistir é próprio dos fracos...
E a sorte protege...sempre os audaciosos...
Eu hoje...neste exato momento decido que vou ter a audácia...
De não desistir...De não desistir dos meus sonhos...
Dos meus desejos.,..E do que o meu coração decidir.,...
Por exemplo...não vou desistir deste momento magnifico...
Dessa oportunidade singela...De estar com você...

Irei até onde o meu coração me guiar...
Lutarei pelos sonhos em que eu acreditar...
E para realizá-los farei o que púder...
Irei onde for preciso para ser feliz porque a felicidade,,,
Não tem preço...nem valor... porque felicidade não se compra...
Conquista-se... e eu sei que vou conquistá-la...
Ela pode até demorar a chegar... mas quando vier...
Sei... sinto... ela virá para ficar...
E não para ser um momento fugaz...
Esta é a mesagem que eu te deixo...
Ama... viva... acredita... deixe acontecer... vale a pena viver...
Vale a pena ter amigos... realmente vale a pena...
Ter amigos como você...

Às 21:11 em 17 setembro 2009,
Autor
rosa maria sousa borges
disse...


São tantos os sentimentos
que apenas deterioram nossos momentos
Que somente a você faz mal, para que cultiva-los.
Existem tantos outros que somente bem fazem ao coração

A Ira, com suas magoas, ressentimentos e raivas
A inveja, na sua falsidade sibilosa e rasteiras
A cobiça, com suas ambições perigosas
A luxuria, com suas vaidades insensatas

Somente fazem mal ao corpo e a alma
Nenhum beneficio te traz, somente perda
De saúde, de amigos, de amores, de vida.
Você pode cultivar jardins de flores tão perfumadas

Em lembranças que são como caricias
Como os bons momentos de um ex-amor
Ou aquelas horas em que você estava apaixonado
Ou ainda dos primeiros beijos da primeira namorada
Às 17:12 em 12 setembro 2009,
Autor
rosa maria sousa borges
disse...


BOA TARDE

Quando eu não mais existir
Procure-me nas flores
Eu serei o doce perfume que delas emana suave aroma
Quando eu não mais existir
Procure-me na chuva
Eu serei a água
Que molha seu corpo para te refrescar
Quando eu não mais existir
Procure-me em você mesmo
Eu serei a doce lembrança de um lindo e verdadeiro amor
Quando eu não mais existir
Procure-me na lua
Eu serei aquela que te ilumina
e fascina em noites de solidão
Quando eu não mais existir
Procure-me nas ondas
Eu serei aquela que vem bater na areia para dizer
Sempre estarei contigo!!!

Beijinhos um final de semana de paz
Às 17:15 em 3 setembro 2009,
Autor
rosa maria sousa borges
disse...


COMO BRILHAR

Perguntei ao sol
Qual o segredo
Para sempre iluminar
Ele respondeu:
Perca o medo
Deixe seu coração falar

Perguntei a flor
Qual a magia
Para tudo perfumar
Ela respondeu:
Sorria!
Só amor irá exalar

Perguntei a lua
Qual o mistério
Para o poeta inspirar
Ela disse baixinho:
Aceite o brilho dos outros
Você também pode brilhar.

Aprendi que se aprende errando. Que crescer não significa fazer aniversário.
Que o silêncio é a melhor resposta quando se ouve uma bobagem.
Que trabalhar não significa só ganhar dinheiro.
Que amigos a gente conquista mostrando o que somos.
Que os verdadeiros amigos sempre ficam com você até o fim.
Que a maldade se esconde atrás de uma bela face.
Que não se espera a felicidade chegar, mas se procura por ela.
Que quando penso saber de tudo, ainda não aprendi nada.
Que a natureza é a coisa mais bela na vida.
Que amar significa se dar por inteiro.
Beijinhos com carinho
Às 13:59 em 28 agosto 2009,
Autor
rosa maria sousa borges
disse...

Meu Eu

"Aceite-me como eu sou.
Não venho com garantia...
nem tenho a pretensão de ser alguém perfeito.
Toda a perfeição não posso ter. Eu sou como você:
sou da espécie humana,
sou capaz de errar.
O erro não é falha de caráter
e errar faz parte da Natureza Humana.
Eu vivo...
Eu sorrio...
Eu também aprendo.
Meu conhecimento é incompleto.
Estou na busca o tempo todo, nas horas acordadas e nas horas de sono.
Eu tenho um longo caminho a ser percorrido,
assim como você também tem. Aprendemos nossas lições pelo caminho.
Assim, por favor, aceite-me como eu sou!

Porque eu sou só eu.
Não há ninguém igualzinho a mim em todo o universo.
Esta é a garantia única que dou.

É assim que me sinto!
Eu tenho um coração!

Que posso dedicar a você.
Abra e veja-o,

Por favor, cuide bem dele.
Ele é tudo que eu sou,
Apenas eu. "
Às 18:02 em 27 agosto 2009,
Autor
rosa maria sousa borges
disse...

Jamais vou te esquecer amor.
Sem você a solidão se espalha...
A saudade sangra o peito fazendo dor,
Corta o peito feito uma navalha.

Não lhe foi dado este poder,
Na vida e nem mesmo na eternidade...
A tua alma vive do meu bem querer,
E o teu coração da minha lealdade.

Não serei eu, no entanto a lutar,
Contra esse sentimento sem fim.
Dar-te-ei minha vida para amar,
Serei tua inteira, inteiro serás em mim.

Um amor assim que tanto sente
Entre duas almas foi dado pelo Senhor
Nada atrapalha, por ser inteiramente...
Feito na magnitude do teu esplendor!
Às 17:28 em 26 agosto 2009,
Autor
Maurélio Machado
disse...
Muito belas as poesias postadas aqui.
Também tenho minha escrivaninha no recanto das letras.
Abraços amigo poeta.
 
 
 

Antologias (impressas) Abertas participe gratis







Novidade - Publicar seu texto em Antologia Gratis

Caros Amigos e Amigas do Beco dos Poetas \ Poetas Independente venho participar um projeto que a muito idealizávamos publicarmos gratuitamente nossos autores com essa ideia iniciamos o projeto meus poemas uma nova plataforma e com a adesão de 50 Autores que produziram perto de 700 textos elaboramos quatro antologias gratuitamente e já estamos selecionando novos textos queremos vocês conosco nessa nova etapa precisamos criar sua pagina na rede www.meuspoemas.com.br para que nos envie seus textos informações antologia@becodospoetas.com.br ac\ Maria Jeremias assunta criar perfil meus poemas

Este site é gerenciado pelos administradores e mantido por seu membros muito obrigado por sua colaboração !

Ajude a manter o site em funcionamento faça uma doação de qualquer valor
.

Ou se preferir torne-se um assinante permanente contribuindo anualmente com o valor de R$15,00

Assine : R$15,00 - Anualmente

Obras que indicamos

Meus Poemas Vol. II

Preço: id="old-price-24">R$35,00

Preço Promocional: id="product-price-24">R$25,00

Meus Poemas Vol. IV

Preço: id="old-price-25">R$35,00

Preço Promocional: id="product-price-25">R$25,00

Meus Poemas Vol. III

Preço: id="old-price-26">R$35,00

Preço Promocional: id="product-price-26">R$25,00

Meus Poemas Vol I

Preço: id="old-price-23">R$35,00

Preço Promocional: id="product-price-23">R$25,00

© 2017   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço