Autor
Elcio José de Moraes
  • 63, Masculino
  • S.Paulo
  • Brasil
Compartilhar

Fãs do trabalho de Elcio José de Moraes

  • marlene castilho
  • Dalva Lucia C. Oliveira
  • Débora Jorenti
  • Elizaete Ribeiro
  • mirna ms cardoso
  • Glória Salles
  • Alvaro Sertano
  • Regina Helena
  • Elaine Bueno
  • adriana borges
  • Clecio Souza Borges
  • itajaci costa  correa
  • Josiane Pelissari
  • Izabel Silveira
  • Elisabeth Mota Barbosa.

Música

Carregando...
 

Página de Elcio José de Moraes


SEU DESDÉM

Um dia você vai sentir saudade
E na certa vai vir me procurar.
Mas aí, não sei, quem sabe?
Eu até posso não me importar.

Tanto tempo já se passou,
Que eu até já me acostumei.
Nunca mais você me procurou
Enquanto aqui eu te esperei.

Foi desprezo, foi desdém!
Mas tudo bem, meu bem!
Você vai se arrepender.

Sei, eu sei que você vem.
Mas você vai encontrar também.
Quem de você não quer mais saber.

Elciomoraes

Blog de Elcio José de Moraes

Postado em 30 julho 2017 às 20:28

Postado em 30 julho 2017 às 20:26

Postado em 30 julho 2017 às 20:26

Postado em 30 julho 2017 às 20:25

Postado em 30 julho 2017 às 20:25

Caixa de Recados (67 comentários)

Você precisa ser um membro de Poetas Independentes para adicionar comentários!

Entrar em Poetas Independentes

Às 7:04 em 24 setembro 2011,
Autor
Elisabeth Mota Barbosa.
disse...
Caminhada da vida
Quis encontrar alegria
na esperança de um dia
poder ser feliz

Quis encontrar o amor
para fugir do rancor
foi assim que fiz

Quis encontrar a amizade
para ter a liberdade
de sentir o calor de um abraço

Fui encontrando a alegria
no caminho da vida
encontrei o amor
na esquina de uma avenida

Fui abençoada com a amizade
no calor da saudade
encontrei a felicidade

Tenha um dia de muita paz,meu querido poeta.
Com carinho;
BETH
Às 7:03 em 24 setembro 2011,
Autor
Elisabeth Mota Barbosa.
disse...
Em 5:03pm on maio 11, 2011, Elizaete Ribeiro deu para Elcio José de Moraes um presente...
Autor
Presente
Parabéns, Feliz Aniversário! Muitos e Muitos anos de vida e saúde.
Às 23:30 em 21 março 2011,
Autor
rosa maria sousa borges
disse...

 


Olá Boa Noite..............

Não há poema nem arte, 

Não há mar ou estandarte,

 Nem mesmo a força do vento

 Que descreva o sentimento 

Que o AMOR prolifera!!!

 É o ar da primavera...

 É magia pura... Enquanto dura... 

É o estado de graça

 Que nos toma e abraça...

É o fogo que flameja Sempre que se deseja...

 É cair na emboscada dum sorriso, E…

viver, em pecado, no paraíso

 É levantar voo nas asas do cúpido,

 E… cantar vitória após estar rendido 

O AMOR … É o império de todos os nossos sentidos

 Que encerra mistérios desconhecidos….

 O mundo gira em seu redor Atraído pelo seu esplendor!!! 

Buscaram uma razão, Mas…

 O AMOR nem sequer tem peso ou medida!!!

 É a força que comanda a própria vida!… 

 

Em suma, o AMOR É algo, ainda, maior!!!...


 Beijinhos com o meu carinho

Em 9:55pm on julho 18, 2010, Amarilis Pazini Aires deu para Elcio José de Moraes um presente...
Autor
Presente
bom final de domingo. bjssssssssssssssssssssss
Às 7:54 em 29 março 2010,
Autor
Elisabeth Mota Barbosa.
disse...
VIVER A VIDA!
Não te deixes apagar!
Não te deixes levar
Por essa dor, nem enfraquecer
Por essa tristeza. Não deixes ceder!

Esses pensamentos negros
São um veneno para a tua alma!
Cuidado! Não te deixes intoxicar!
Ouve antes o silêncio e vive com calma!

Olha à tua volta, não!
Fecha os olhos do corpo
E abre os do coração!
Vê a pureza
Da natureza!

Vê! A mais simples criatura
(tão singela e tão pura),
Feliz e contente
Vivendo a sua vida, vivendo o presente…

Ouve! Escuta a sua felicidade!
Não! Desprende-te do corpo!
Abre antes a tua alma
Deixa-a ser a tua porta para a verdade!

Rende-te à simplicidade
Das coisas e dos animais,
Pois estes ensinam-te muito mais
Que qualquer experiência que já viveste!

Escuta o silêncio…ouve as árvores,
As pedras, o rio, o vento…
Abre o teu espírito!
Sê uno com eles!
Apagar comentário
Às 14:19 em 14 março 2010,
Autor
Elisabeth Mota Barbosa.
disse...
. PÁGINAS DA VIDA.
São muitas folhas escritas

De momentos que passaram

De momentos que passei

São todas palavras bem ditas

Palavras já removidas

Que nunca repetirei.

Existem folhas em branco,

Dessas não posso falar,

Dessas eu quero esquecer,

Existem momentos difíceis

Momentos só meus

Momentos que fazem sofrer...

As folhas que são coloridas,

Recordam momentos felizes

Recordam lembrança de amor,

Nelas eu sinto perfume

Nelas eu sinto vida

Nelas eu sinto calor...

Não repare as folhas borradas

Estas me fazem crescer

Estas me fazem subir,

Foram pessoas mal amadas

Pessoas desamparadas

Que me fizeram cair...

Aquelas que estão coladas

Não tente abrir pela força

Não tente jamais descolar

São nestas folhas grudadas

Que juntei minhas forças aladas

E consegui levantar.

E como nesse poema

Sem construção retilínea

Sem construção tão bonita

É que rabisco esses versos

É que neles escrevo

A história da minha vida.
Às 17:17 em 13 fevereiro 2010,
Autor
Elisabeth Mota Barbosa.
disse...
Às 23:55 em 12 janeiro 2010,
Autor
Alvaro Sertano
disse...
VALEU, POETA ADD NOBRE!
VISIRE-NOS!
Clube de Poetas Virtuais Independentes
http://alvarosertanoemarylife.ning.com/profile/CLUBEDEPOESTASVIRTUAISINDEPENDENTES
 
 
 

Antologias (impressas) Abertas participe gratis






Novidade - Publicar seu texto em Antologia Gratis

Caros Amigos e Amigas do Beco dos Poetas \ Poetas Independente venho participar um projeto que a muito idealizávamos publicarmos gratuitamente nossos autores com essa ideia iniciamos o projeto meus poemas uma nova plataforma e com a adesão de 50 Autores que produziram perto de 700 textos elaboramos quatro antologias gratuitamente e já estamos selecionando novos textos queremos vocês conosco nessa nova etapa precisamos criar sua pagina na rede www.meuspoemas.com.br para que nos envie seus textos informações antologia@becodospoetas.com.br ac\ Maria Jeremias assunta criar perfil meus poemas

Este site é gerenciado pelos administradores e mantido por seu membros muito obrigado por sua colaboração !

Ajude a manter o site em funcionamento faça uma doação de qualquer valor
.

Ou se preferir torne-se um assinante permanente contribuindo anualmente com o valor de R$15,00

Assine : R$15,00 - Anualmente


Prefiro ser um Assinante Mensal

© 2017   Criado por Marcio Marcelo do Nasc.Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço